PROC.ENG.HAR.008/2024 - Procedimento para Utilização do Teclado GS-601 da GetScale

Modificado em Mon, 11 Mar 2024 na (o) 12:11 PM

    Esse procedimento tem como objetivo explicar como utilizar o teclado GS-601 da GetScale em conjunto com um módulo de rastreamento, desde sua configuração em bancada, esquema elétrico, fluxograma de utilização, cadastro no Gestor e, ainda, como acompanhar os dados gerados no Monitor/GPI.

    Obs.: A versão do firmware utilizado no teclado é a “Versão 1047” e o configurador é  “GS_601_Software_de_Configuração_0_9”.


1. Características Gerais


O teclado GS-601 é um teclado produzido pela GetScale para Controle de Jornada com identificação por RFID, macros de jornada e macros numéricas de até 81 combinações. O modelo do teclado por ser visto na Figura 1.

 

GS-601

Figura 1: Teclado GS-601.


            Ele apresenta as seguintes características elétricas:

  • Frequência RFID: 125kHz;
  • Comunicação Serial do tipo RS232;
  • Baudrate de 19200 bps;
  • Alimentação de 9 a 32 VDC.

Sua configuração, de modo a permitir sua utilização com módulos de rastreamento no Monitor/GPI, é necessária ser feita em bancada previamente, com o objetivo de deixá-lo operando no padrão DDMX. Para isso, deve-se conectá-lo à um computador através de um Adaptador Serial RS232, como ilustrado na Figura 2, realizando as conexões elétricas corretamente, conforme Figura 3.

Figura 2: Adaptador USB Serial RS232.


Figura 3: Ligações elétrica GS601.


Obs.: Lembre-se de sempre ligar o TX do GS-601 no RX do rastreador/adaptador usb serial e RX do GS-601 no TX do rastreador/adaptador usb serial.

            Uma vez conectado ao computador, deve-se configurá-lo para operar no padrão DDMX. Essa configuração pode ser feita via Configurador GetScale ou, ainda, via Terminal Serial. Os dois caminhos são descritos abaixo.

  1. Via Configurador

O software de configuração do teclado GS-601 pode ser adquirido através do site da própria fabricante GetScale (www.getscale.com.br/gs601) e necessita que o teclado esteja conectado à uma entrada USB do computador no qual ele será configurado. Após o download do software, deve-se executar o arquivo “.exe”, estabelecer conexão na Porta COM e clicar em Abrir Porta, conforme Figura 4.

Figura 4: Estabelecendo conexão com o Configurador.

 

            Para identificar em qual Porta COM o teclado se encontra, basta abrir o “Gerenciador de Dispositivos” do Windows e ver qual porta COM foi estabelecida conexão. 


Figura 5: Gerenciador de Dispositivos.


Após conexão, é necessário clicar no botão “Reset de Fábrica” para limpar o teclado de quaisquer configurações feitas anteriormente. As configurações necessárias são descritas na Figura 6.


Figura 6: Configurador do GS-601.

  • 1 – Modo de Funcionamento: Solicita atuação e identificação ao ligar e desligar ignição – 1 motorista.
  • 2 – Bloqueio/Saída 01: Desativar
  • 3 – RFID Timeout: Tempo de timeout de 15s
  • 4 – Alerta de trava baú liberada ao ligar o veículo: Desativar
  • 5 – Função do Botão cadeado: Identificação de passageiros
  • 6 – RFID nos botões de Jornada: Ativar
  • 7 – Botões Macro (1,2 e 3): Código com 4 dígitos (padrão)

 

2. Via Terminal Serial


Para configuração do teclado via terminal serial é necessário utilizar um software que envie comandos via serial, como por exemplo o Docklight e o Termite. Pode-se utilizar aquele que tiver preferência, como o Docklight, por exemplo.

Os comandos que devem ser enviados são descritos abaixo obedecendo a sintaxe apresentada.

  • 813|0|
    1. Reseta o módulo para configurações de fábrica.
    2. Resposta: GTSL|8|1|2|813|0|1|
  • 818|1|
    1. Modo de funcionamento para botões de jornada liberados apenas na alteração da ignição. Equipamento solicita atuação.
    2. Resposta: GTSL|8|1|2|818|1|1|
  • 815|2|
    1. Habilita a função de identificação de passageiros via botão cadeado.
    2. Resposta: GTSL|8|1|2|815|2|1|
  • 821|4|
    1. Código Macro com 4 dígitos.
    2. Resposta: GTSL|8|1|2|821|4|1|
  • 809|15|
    1. Timeout de Identificação de 15 segundos.
    2. Resposta: GTSL|8|1|2|809|5|1|
  • 803|0|
    1. Saída/bloqueio desligado.
    2. Resposta: GTSL|8|1|2|803|0|1|
  • 823|0|
    1. Alerta de trava baú aberta não ativo.
    2. Resposta: GTSL|8|1|2|823|0|1|
  • 810|1|
    1. Botões de Jornada com identificação por RFID.
    2. Resposta: GTSL|8|1|2|810|1|1|

Recomenda-se que os comandos sejam enviados na sequência apresentada. A Figura abaixo ilustra o processo utilizando o software Termite V3.4. Os escritos em azul representam os comandos de configuração e os verdes representam a resposta do módulo para o comando enviado.

Figura 7: Exemplo de configuração via Terminal Serial bem-sucedida.


Ao final, o teclado deve apresentar o fluxo de trabalho da Figura 8.

Gráfico

Descrição gerada automaticamente

Figura 8: Fluxograma de operação do teclado GS-601.


Antes de avançar para próxima fase, recomenda-se testar o funcionamento do teclado para verificar seu fluxo de trabalho.


3. Configuração no Gestor


Para que o módulo comunique com o teclado, ele deve ser configurado corretamente. No sistema do Gestor, no menu “Gestão de Equipamentos” e no submenu “Configuração de Módulos” deve-se buscar pelo serial do módulo que irá operar com o GS-601, selecioná-lo na coluna “Marcar” e clicar no botão “Configurar os veículos selecionados”. Nessa parte, além da configuração do módulo com base na aplicação do cliente, deve-se habilitar a Aplicação da RS-232 para “Teclado GetScale (GS-601)” e marcar a caixinha de seleção indicado pela seta na Figura 9.


Figura 9: Configuração da RS232 do módulo.


            Posteriormente, deve-se concluir configuração.

            Os módulos compatíveis com o teclado GS-601 são aqueles que apresentam pinos de comunicação serial (TX/RX) para utilização com periféricos. O tipo de comunicação é o RS-232, não sendo compatíveis com módulos que apresentam pinos de comunicação serial TTL, sendo necessário utilizar um conversor RS232-TTL.

Este artigo foi útil?

Que bom!

Obrigado pelo seu feedback

Desculpe! Não conseguimos ajudar você

Obrigado pelo seu feedback

Deixe-nos saber como podemos melhorar este artigo!

Selecione pelo menos um dos motivos
A verificação do CAPTCHA é obrigatória.

Feedback enviado

Agradecemos seu esforço e tentaremos corrigir o artigo